quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Evangélicos e católicos devem perder programas em TV e rádio

O Conselho Curador da EBC (Empresa Brasileira de Comunicação) deve tirar do ar os programas católicos e evangélicos atualmente veiculados pela TV Brasil e pelas oito emissoras de rádio que compõem a rede pública criada pelo governo Lula.

 

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a ideia do conselho é abordar o tema religião de forma mais ampla, sem a necessidade de se ter um programa específico sobre uma ou outra crença. Além disso, os integrantes do órgão da EBC acreditam que a rede pública de TV deve aumentar o diálogo com as diversas religiões presentes no país.

A proposta será apresentada para votação no órgão a ser realizada no dia 7 de dezembro, sob a forma de minuta de resolução.

Após o anúncio de que o Grupo Silvio Santos, que pertence ao empresário e dono do SBT Silvio Santos, passava por problemas financeiros, a emissora recebeu propostas de ao menos três igrejas evangélicas para a compra de horário na faixa da madrugada. A assessoria do canal declarou que as ofertas não eram recentes, mas que até o momento "não surgiu nenhuma proposta que tenha interessado". Entre as negociantes, destacam-se a Igreja Internacional da Graça, de R.R. Soares, e o Ministério Silas Malafaia.

Fontes: Com informações do Portal Imprensa / Bahia Notícias / Folha de SP

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

III - Congresso de Senhoras - Assembleia de Deus

Nos próximos dias 12 à 14 de Novembro teremos em CAMOCIM-Ceará uma grande manifestação do Poder de Deus, Congresso de Senhoras com o tema: "O FIM VEM". Louvores e Pregação da Palavra de Deus, venha sentir conosco a Glória de DEUS.

NOSSA PROGRAMAÇÃO

12/11/10 (18h30min) – Abertura do III Congresso de Senhoras
Pregador Oficial: Pastor Gilmar Fiuza
Cantores: Pastor Eduardo Silva e Ziran Araújo

13/11/10
·      Manhã (8h) – Estudo Bíblico
·      Tarde (14h) – Estudo Bíblico
·      Noite (18h30min) – Culto Festivo
·      Pregador Oficial: Gilmar Fiuza
·      Cantora: Lília Paz

14/11/10
·      Manhã (8h) – Estudo Bíblico 
·      Tarde (14h) – Estudo Bíblico
·      Noite (18h30min) – Culto de Encerramento
·      Cantora: Lília Paz

PARTICIPAÇÕES

Pregadores:
·      Pastor Gilmar Fiuza (SP)
·      Pastor Silas Daniel (RJ)

Cantores:
·      Lília Paz (RJ)
·      Pastor Eduardo Silva e Ziran Araújo (Recife-PB)
·      Ednei Ribeiro (Camocim-CE)
·      Harmonia Celeste (Camocim-CE)
·      Oráculo (Camocim-CE)

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Sony Music contrata Álvaro Tito


Álvaro Tito é o mais novo contratado da gravadora Sony Music. O cantor assinou contrato com a multinacional – que vem investindo pesado na música gospel brasileira – no dia 20 de outubro, e agora vive a expectativa de lançar seu primeiro CD pela nova gravadora.

Segundo Álvaro Tito, trata-se de um novo momento de sua vida. “Estamos muito felizes com esta oportunidade e pela expectativa dos novos projetos junto à Sony Music. Já estamos finalizando o projeto do próximo CD e espero que ainda nas próximas semanas possamos iniciar a produção deste trabalho tão aguardado”, disse o cantor, em entrevista à assessoria de imprensa da gravadora.

De acordo com a Sony Music, o novo trabalho de Álvaro Tito contará com 13 músicas no melhor estilo soul com nuances pentecostais, além de pop-rock, pop romântico e algumas baladas. Wagner Carvalho será um dos produtores do CD. “Temos pelo menos umas sete canções de destaque neste novo trabalho. Nos empenhamos em juntar um repertório de grande qualidade para este projeto especial”, afirmou o cantor.

Em entrevista exclusiva ao site da EFRATA MUSIC, o diretor de música gospel da Sony, Maurício Soares, afirmou que a previsão de lançamento do CD é para janeiro ou fevereiro de 2011. “O Álvaro Tito é uma referência de música de qualidade e sua trajetória de vanguarda foi marcante para chegarmos ao que vemos hoje em nosso meio. A vinda dele para a Sony Music tem como objetivo resgatar esse grande nome, que por diversos motivos esteve distante da mídia e do grande público. Vamos fazer um projeto de músicas inéditas que tem tudo para ser um recomeço da carreira do cantor”, adiantou o executivo, que aproveitou para comentar a política de contratações da gravadora. “Estamos com uma estratégia muito bem definida de formar o cast com artistas de potencial e já reconhecidos do grande público. No primeiro momento, estamos investindo bastante em artistas do segmento pentecostal.”

Volta ao passado

Ao mesmo tempo que comemora uma nova fase, Álvaro Tito, de certa forma, volta ao passado ao integrar o cast da Sony Music, já que o início de sua carreira, nos anos 80, se deu na Polygram (atual Universal Music), outra multinacional que, na época, investia na música gospel brasileira. A assinatura do contrato com a Sony também representa um retorno ao universo das grandes gravadoras, já que o último trabalho de Álvaro Tito, o CD Vitória, foi lançado de forma independente.

Um dos ícones da música gospel nacional, Álvaro Tito é intérprete de sucessos como Levanta-te, Não há barreiras, Pelo sangue de Jesus, Cenas, Sentimentos e tantos outros hits que embalaram gerações.

Além do próximo CD, o cantor também prepara-se para lançar um novo site oficial, com todas as informações de seu ministério.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

PNDH-3 Você precisa saber o que é!

E disse Jesus: 'Mas olhai por vós mesmos, porque vos entregarão aos concílios e às sinagogas; e sereis açoitados, e sereis apresentados perante presidentes e reis, por amor de mim, para lhes servir de testemunho. E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo.' - (Marcos 13:9 e 13)

Fica proibido fazer:

·   Cultos ou evangelismo na rua (Reforma Constitucional);
·   Programas evangélicos na televisão por mais de uma hora por dia;
·   Programa de rádio ou televisão, quem não possuir faculdade de 'jornalismo'
·   Pregar sobre dízimos e ofertas, havendo reclamações, obreiros serão presos.

Quanto aos cultos:

·   Cultos somente com portas fechadas (Reforma Constitucional);
·   As igrejas serão obrigadas a pagarem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições;
·   Será considerado crime pregar sobre espiritismo, feitiçaria e idolatria, e também veicular mensagem no rádio,  televisão, jornais e internet, sobre essas práticas contrárias a Palavra de Deus;
·   Pastores que forem presos por pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada (homossexualismo, idolatria e espiritismo), não terão direito a se defender por meio de ação judicial.

Se estabeleça:

·  O dia do “Orgulho Gay” e que seja oficializado em todas as cidades brasileiras e comemorado nas Instituições de Ensino Fundamental (primeira a 8.a série), público e particular;
·   Que as Igrejas que se negarem a realização das solenidades dos casamentos de homem com homem e de mulher com mulher, estarão fazendo “discriminação”, seja multadas e seus pastores processados criminalmente por descriminação e desobediência civil.

Projeto nº 4.720/03 - Altera a legislação constitucional

Projeto nº 3.331/04 – Altera o artigo 12 da Lei nº 9.250/95, que trata da legislação do imposto de renda das 'pessoas físicas'. Se convertidos em Lei, os dois projetos obrigariam as igrejas a recolherem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições.

1. Projeto nº 299/99 – Altera o código brasileiro de telecomunicações (Lei 4.117/62).
Se aprovado, reduziria programas evangélicos no rádio e televisão a apenas uma hora.

2. Projeto nº 6.398/05 – Regulamenta a profissão de Jornalista
Contém artigos que estabelecem que só poderão fazer programas de rádio e televisão, pessoas com formação em JORNALISMO, Significa que pastores sem a formação em jornalismo não poderão fazer programas através desses meios.

3. Projeto nº 1.154/03 – Proíbe veiculação de programas em que o teor seja considerado preconceito religioso. Se aprovado, será considerado crime pregar sobre idolatria, feitiçaria e rituais satânicos. Será proibido que mensagens sobre essas práticas sejam veiculadas no rádio, televisão, jornais e internet. A verdade sobre esses atos contrários a Palavra de Deus, não poderá mais ser mostrada.

4. Projeto nº 952/03 – Estabelece que é crime atos religiosos que possam ser considerados abusivos a boa-fé das pessoas. Convertido em Lei, pelo número de reclamações, pastores serão considerados 'criminosos' por pregarem sobre dízimos e ofertas.

5. Projeto nº 4.270/04[/b] – Determina que comentários feitos contra ações praticadas por grupos religiosos possam ser passíveis de ação civil. Se convertido em Lei, as Igrejas Evangélicas ficariam proibidas de pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada, como espiritismo, feitiçaria, idolatria e outras. Se o fizerem, não terão direito a se defender por meio de ação judicial.

6. Projeto de nº 216/04[/b] – Torna inelegível a função religiosa com a governamental.
Significa que todo pastor ou líder religioso lançado a candidaturas para qualquer cargo político, não poderá de forma alguma exercer trabalhos na igreja.

Não se deixe enganar a Grande Tribulação está a nossa porta. Faça a sua parte comunique estes fatos aos seus irmãos em Cristo. “Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.” - Ap. 2:10

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Número de evangélicos não para de crescer e em alguns anos podem mudar o Brasil

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgada no início de outubro, mostra uma evolução considerável em diferentes aspectos da vida dos brasileiros. Segundo o sociólogo Alexandre Brasil Fonseca, a participação evangélica mais efetiva neste processo pode ser notada na alteração de certas políticas públicas.
“É um segmento socialmente organizado, que argumenta e luta por suas opiniões. É inegável que isso traz benefícios sociais. Com isso, não é um fato desprezível a histórica participação evangélica em Conselhos de Direitos Civis, nos últimos anos”, revela o sociólogo.
Recentemente uma das maiores revistas do País publicou uma série de matérias em que fazia previsões para o Brasil em 2020. Em uma dessas publicações, a revista aborda o crescimento evangélico. “Estima-se que 50% da população brasileira poderá ser evangélica” daqui a 11 anos, segundo estatísticas do Sepal (Servindo aos Pastores e Líderes).
Ainda de acordo com a revista, “a influência evangélica em 2020 contribuirá para a diminuição no consumo do álcool, o aumento da escolaridade e a diminuição no número de lares desfeitos, já que a família é prioridade para os evangélicos”.

Fonte: Arca Universal

A verdadeira Assembleia de Deus

A Igreja Evangélica Assembléia de Deus, pioneira do Movimento Pentecostal no Brasil, completará em breve 100 anos.
Como assembleiano, sinto-me honrado em pertencer a essa instituição histórica que já teve em suas fileiras homens como Gunnar Vingren, Daniel Berg, Samuel Nyström, Orlando Boyer, José Amaro da Silva, Eurico Bergstén, Nels Nelson, Cícero Canuto de Lima, Paulo Leivas Macalão, Alcebíades Vasconcelos, Estevam Ângelo de Souza, Bernard Johnson, Lawrence Olson, Lewi Petrus, João Batista da Slva, José Leôncio da Silva, Rodrigo Santana, Isaac Martins, Valdir Nunes Bícego e tantos outros.
Graças a Deus, ela ainda conta com homens piedosos, como Antonio Gilberto da Silva, Alfredo Reikdal, José Pimentel de Carvalho, Raimundo João de Santana, José Antonio dos Santos, Anselmo Silvestre, José Apolônio da Silva e outros pastores mais jovens, fiéis à Palavra do Senhor.
Às vésperas de seu centenário, no entanto, a Assembléia de Deus vem sofrendo na mão de alguns líderes, pregadores e cantores que não têm compromisso com a sã doutrina, os quais dão lugar a preferências pessoais, pontos de vista dissociados das Escrituras, experiências "transcendentais" e modismos injustificáveis. Tudo isso para atraírem multidões incautas e aumentarem receitas de igrejas ou patrimônios pessoais, ignorando textos como Mateus 7.13-23; 24.12; João 6.60-69; 2 Coríntios 2.17; 2 Timóteo 4.1-5; 1 Timóteo 6.9,10.

A "NOVA GERAÇÃO"

Muitos líderes da chamada "nova geração", sem visão espiritual e discernimento (Ap 3.17-19; Is 5.20; 1 Co 2.15), não convidam mais para os seus congressos pregadores e ensinadores que expõem a Palavra de Deus nem cantores que de fato louvam a Deus. Preferem animadores de auditório, super-pregadores e cantores famosos, celebridades que fazem muitas exigências. Por quê? Porque os astros do mundo gospel conseguem juntar mais gente e, consequentemente, arrecadar boas ofertas... No final, todos ficam satisfeitos com os resultados (principalmente, financeiros). Menos o Senhor Jesus.
Infelizmente, em muitos congressos, pregadores (pregadores?) famosos se valem de técnicas de manipulação de massa para conseguirem o seu intento: conquistar o público, para depois "arrancar" dele a maior quantia em dinheiro vivo, cheques (muitos sem fundo, que geralmente ficam na igreja) e bens, como relógios, alianças, etc., que também costumam ficar na igreja... Técnicas como mandar o povo juntar as mãos, para as separarem apenas depois da ordem de super-pregadores (exibicionistas), têm sido usadas para supostamente demonstrar o poder de Deus. Mas isso nada tem que ver com o evangelho. É produto da auto-sugestão.
Outra estratégia usada por super-pregadores é derrubar pessoas e "anestesiá-las", a fim de que recebam uma "cirurgia celestial". Quando vários irmãos incautos estão deitados no chão, o "pregador" brada: "Agora vou tirar a anestesia por alguns instantes". Isso basta para várias pessoas começarem a gritar, deixando a platéia bastante eufórica. Sabe como se chama isso? Hipnose!
Nosso tempo tem sido marcado por imitações, más inovações (pois existem as boas), misticismos e falsificações dentro das igrejas (At 20.27-30; 2 Pe 2.1,2; 1 Tm 6.3,4). Mas a Assembléia de Deus cresceu no Brasil seguindo ao modelo bíblico (2 Tm 1.13; Hb 8.5), e não a opiniões de homens, que passam (1 Pe 1.24,25).
Os pioneiros do Movimento Pentecostal foram fiéis à Palavra do Senhor e puseram o fundamento (1 Co 3.10). Cabe a nós, que cremos na operação multiforme do Espírito Santo (1 Co 12.4-11), saber como devemos edificar.

O MODELO DO VERDADEIRO PENTECOSTES

O modelo para nós, hoje, está no livro de Atos dos Apóstolos (ou melhor, Atos do Espírito Santo), especialmente no capítulo 2. Ali encontramos as características do verdadeiro Pentecostes, que gera crentes e igrejas genuinamente pentecostais. As aberrações que vemos em nossos dias se devem ao distanciamento do modelo bíblico-apostólico, as quais são praticadas por movimentos ditos pentecostais, que são, na verdade, neopentecostais ou neoliberais.
Em Atos 2.1-4, vemos que todos estavam reunidos. A palavra “todos” é inclusiva, o que denota unidade no Espírito Santo. Não havia lugar para discordâncias, contendas, divergências pessoais em torno das coisas de Deus; todos estavam ali, juntos, reunidos. Será que havia naquela igreja espaço para disputas desleais por posição, cargo, etc., como vemos em nossos dias, principalmente em convenções de ministros?
No dia de Pentecostes, veio do Céu um som como de um vento (At 2.2). O que está ocorrendo atualmente nas igrejas vem mesmo do Céu? Reflitamos sobre a origem daquilo que ouvimos, vemos e sentimos (At 17.11). O verdadeiro revestimento de poder do Espírito vem do Alto (Lc 24.49; At 11.15). A Palavra de Deus nos alerta quanto a “outro espírito” (2Co 11.4), isto é, espíritos que se passam pelo verdadeiro Espírito de Deus (1 Jo 4.1).
O som que veio do Alto era como de um vento. Não houve vento natural de fato, e sim algo semelhante a seus efeitos. O que isso representa? O vento tem as seguintes características: impulsiona; separa (Sl 1.4 e Mt 3.12); movimenta; fertiliza (Cl 4.16; Jo 3.5,8); limpa; não tem cor (favoritismo, individualismo, discriminação); move-se continuamente (cf. Ec 1.6 e Gn 1.2); espalha perfume; suaviza no calor; vivifica (Ez 37.8-10). Mas devemos ter cuidado com os ventos que não provêm do Espírito de Deus (Mt 7.25; Ef 4.14).
Línguas como que de fogo também foram repartidas (At 2.3). O verdadeiro Pentecostes tem algo para se ouvir, para se ver e para se repartir, mas “do Céu”. Textos como Atos 2.4; 10.44-46 e 11.15 evidenciam que as línguas estranhas são o sinal físico inicial do batismo com o Espírito Santo. Elas são apresentadas, também, como um dos dons espirituais (1 Co 12.10,30). É isso que evidencia o batismo no Espírito, e não “quedas de poder” ou risos intermináveis.
As línguas foram “como que de fogo”. O que isso significa? O fogo tem as seguintes características: alastra-se; comunica-se; purifica; ilumina; aquece. A Assembleia de Deus, bem como toda e qualquer igreja que deseja caminhar sob poder do Espírito, precisa desse fogo do Céu!
Diante da manifestação do Espírito de Deus no dia de Pentecostes, muitos zombaram, dizendo: “Estão cheios de mosto” (At 2.13). Esses escarnecedores não eram pessoas ímpias, e sim religiosas. Hoje não acontece a mesma coisa? Há muitos zombadores e críticos religiosos. A Palavra de Deus afirma que, no último tempo, haveria escarnecedores (Jd v. 18).
No entanto, Pedro, cheio do Espírito Santo, pôs-se em pé e, além de dar uma resposta aos zombeteiros, pregou a Palavra de Deus (At 2.14-15). O verdadeiro Movimento Pentecostal é formado por crentes cheios do Espírito, que ficam de pé para pregar o evangelho, e não por aqueles que, dando lugar às suas emoções ou seguindo a modismos, caem ao chão para usufruir de “novas unções”...
Em muitos púlpitos (ou palcos?) não há mais espaço para a Palavra de Deus. O tempo é ocupado por excesso de música, peças teatrais, coreografias... A Assembleia de Deus precisa olhar para os pioneiros e se lembrar do temor que eles possuíam, do amor à Palavra e à oração, do desejo de evangelizar...
Só assim o capítulo 29 de Atos do Espírito Santo continuará sendo escrito por essa igreja e outras, fiéis à Palavra do Senhor.


Autor da Matéria: Pr. Ciro Sanches Zibordi
Fonte: http://cirozibordi.blogspot.com

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

O Senhor é fiel


É com grande orgulho e prazer que através desse grande instrumento fonoaudiólogo que levo para todos os lares o meu 1º CD – “Amigo eu encontrei”. Depois de alguns anos servindo ao Senhor Jesus com minha voz, abre-se uma grande oportunidade por DEUS para concretizarmos através dessas melodias e letras, um sonho de levar alívio e conforto para almas perdidas.

Uma produção independente, mas uma dedicação e afinação com Deus inexplicável, agradeço a Deus por todas as dificuldades que tivemos no decorrer desse projeto, inúmeras que pretendo contar-lhes em outro momento, mas sabendo que o Senhor sempre esteve conosco nos dando forças para superar todas através de nossas orações.

Agradeço a todos principalmente ao meu produtor musical Mozayrtom, pelo belo trabalho nesse CD.